segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Foi difícil, mas venceu na 29er a Copa Brasil de Vela Jovem


Depois de um início complicado, Nicolas e Leonardo venceram a Copa Brasil de Vela Jovem na categoria masculino.

A Copa Brasil de Vela Jovem foi realizada de 13 a 19 de outubro no Lago Paranoá, em Brasília. Foi sediada pelo Iate Clube de Brasília (ICB) e teve a participação de 8 duplas nas disputas da classe 29er. Nos 5 dias do campeonato, foram realizadas 7 regatas das 12 previstas. No último dia, o vento não ajudou e não teve regatas.

Na tentativa de conseguir boas condições de vento, a Comissão de Regatas programou as regatas a partir das 8h30 e várias vezes indo até o por do sol. Assim, os velejadores aguardavam o dia todo pelas regatas.

O vento fraco com muita mudança de direção foi o grande desafio para os velejadores. Nicolas não foi bem nos primeiros dias, mas foi recuperando ao longo do campeonato, vencendo a última regata da série.

Na classe 29er, o destaque do campeonato foi a dupla Manoela & Catarina (CDJ) que se manteve na primeiras posições desde o primeiro dia e venceu o campeonato. A dupla Nicolas & Leonardo ficou na segunda colocação geral e primeiro na categoria masculina.


segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Abertura da Copa Brasil de Vela Jovem


Nicolas embarcou neste último domingo (13/10/2019) para Brasilia para participar da Copa Brasil de Vela Jovem na Classe 29er ao lado do proeiro Leonardo Didier. 


A cerimônia de abertura foi realizada nesta segunta feira e as regatas começam nesta terça feira  as 9h00. Este é o primeiro grande campeonato que realiza ao lado de seu novo proeiro, Leo.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

5ª Colocação no Mundial de Snipe Junior


Terminou neste sábado, 5 de outubro, o Campeonato Mundial de Snipe Junior 2019 realizado na Escola de Vela de Ilhabela. Foram nove regatas realizadas durante os quatro dias do campeonato, que teve a participação de 15 equipes de 5 países.

O campeonato teve o predomínio de ventos fortes. O terceiro dia de regatas foi o mais complicado pois o vento estava fraco e muito rondado, permitindo a realização se somente uma regata.


Nos últimos dois dias a liderança até então tranquila dos lideres Gustavo e Leonardo (BRA) ficou ameaçada pelo time Mafalda e Tomas (POR), mas no final o time acabou vencendo a competição com certa folga.

Nicolas e Gabriel conseguiram manter o mesmo nível de resultados e terminaram em 5º lugar. Na última regata do campeonato, montaram a primeira boia em 1º, conseguiram se manter entre as primeiras colocações e finalizaram na 2ª colocação. "Foi um ótimo resultado considerando que tivemos muito pouco tempo para treinar na Classe Snipe, pois eu estava com treinos intensivos na Classe 29er e Gabriel na Classe 49er", disse Nicolas.

O podium do Campeonato Mundial de Snipe Junior ficou assim:
  1. BRA 88023 Gustavo Abdulklech & Leonardo Motta (ICRJ)
  2. POR 28767 Mafalda Pires de Lima & Tomas Pires de Lima (CVA)
  3. BRA 30766 Rafael Rizzato & Gerald Wicks (YCB)
  4. BRA 31343 Matheus Oliveira & Rafael da Silva (EVI)
  5. BRA 31163 Nicolas Bernal & Gabriel Michaelis (YCSA)
O vídeo a seguir mostra um resumo do último dia de regatas e da premiação.


Os videos a seguir mostram os resumos do penúltimo e último dia de regatas e da premiação.

Penúltimo dia do campeonato.

Último dia do campeonato.

Cerimônia de premiação do Cameponato Mundial de Snipe Junior 
e abertura do Campeonato Mundial de Snipe

Confira a súmula final do Campeonato Mundial de Snipe Junior:

Mais informações:

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Primeiros dias do Mundial de Snipe Junior


Nicolas Bernal e Gabriel Michaelis estão participando deste terça feira, 3/out, do Campeonato Mundial da Classe Snipe Junior (Snipe World Junior Championship) que está sendo realizado em Ilhabela. A vaga para participar do campeonato mundial foi conquistada em janeiro deste ano no Campeonato Brasileiro de Snipe Jr.

No primeiro dia, após as três regatas realizadas com vento entre 18 e 21 nós, a dupla chegou em 3º, 4º e 7º terminando na 5ª colocação.


No segundo dia, após mais duas regatas realizadas com vento entre 17 e 20 nós, a dupla chegou em 6º e 8º mantendo a 5ª colocação geral.


Estão previstas 9 regatas até sábado dia 5.

Confira a classificação após 2 dias e 5 regatas:


quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Primeiro na Taça Primavera


Nicolas e Leonardo ficaram em 1º lugar na classe 29er na Taça Primavera. O campeonato realizado na Represa da Guarapiranga valeu também como a 2ª etapa do Campeonato Paulista da Classe 29er 2019.

Confira as fotos do campeonato (Flickr) aqui.

Bate papo com Robert Scheidt


Neste último sábado, 28 de setembro, Nicolas e outros velejadores participaram de um bate papo com Robert Scheidt. Robert comentou sobre sua trajetória na vela, o sucesso e as dificuldades. Depois respondeu perguntas dos participantes. Robert sempre foi uma grande referência para Nicolas.

Nicolas tem outra foto com Robert quando estava iniciando na classe optimist em 2012 (há 7 anos). Estão na foto Nicolas (à esquerda) e seu irmão Kenzo (à direita).

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Time de Nicolas é Campeão Brasileiro Interclubes da Juventude


O time YCSA-8 do timoneiro Nicolas Bernal, central Gabriel Michaelis e 
proeiro Theo Chao conquistou neste domingo 8 de setembro o 
Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude de Vela de 2019 realizado 
de 4 a 8 de setembro no clube Veleiros do Sul (VDS) em Porto Alegre.

Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude de Vela 2019 foi um campeonato de regatas em flotilha e match race utilizando veleiros da classe Eliott 6m com três tripulantes. A classe Eliott 6m foi utilizada nas Olimpíadas de 2012 para as provas de match race feminino. O YCSA foi representado por três times: YCSA8, YCSA9 e YCSA10. A preparação dos times YCSA começou há dois meses com treinos e uma  seletiva interna em veleiros Fast 23. Os velejadores do YCSA nunca haviam velejado no Eliott 6m, tendo que se adaptar no dia de treino que antecedeu as regatas.

Depois de quatro dias de disputas no Rio Guaíba o Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude de Vela 2019 chegou ao final. O título brasileiro foi para a Equipe YCSA-8 de Nicolas Bernal, Gabriel Michaelis e Theo Chao. Em segundo lugar ficou a Equipe VDS-1 (RS) de Tiago Quevedo, Nicolas Mueller e Felipe Fraquelli e na terceira posição a YCSA-9 de Martin Chao, Leonardo Didier e Rafael de Moricz.

A competição destinada a velejadores Sub 23 teve a participação de 10 equipes do Rio Grande do Sul  (Veleiros do Sul e Clube dos Jangadeiros) e São Paulo (Yacht Club Santo Amaro). A primeira fase classificatória foi disputada em flotilha e a fase final na modalidade de match race (regatas somente entre duas tripulações, de barco contra barco). Os gaúchos da VDS-1 lideraram com folga toda fase de flotilhas, composta por dois rounds robins, venceram a Medal Race e terminaram em primeiro o lugar seguido do time YCSA-8 de Nicolas. Mas na decisão por match race os gaúchos do VDS-1 perderam para os paulistas do YCSA 8. Devido às condições de vento neste domingo, a programação atrasou. As últimas regatas da classificatória foram realizadas antes da disputa pelo título prevista para melhor de três matches, que foi reduzida para apenas uma regata. Assim também para o confronto entre 3º e 4º. A equipe VDS1 e YCSA 8 iniciaram a regata com o típico duelo de barco contra barco, mas a equipe do timoneiro Tiago Quevedo sofreu em pênalti ainda na pré-largada e durante o match não conseguiu superar a desvantagem. 


“No último suspiro conseguimos reverter e ganhamos o título do campeonato. Durante esses quatro dias as condições de vento variaram muito e foi difícil tecnicamente manter boas classificações e também não tínhamos experiência com os barcos Elliotts. Mas tudo foi muito bom”, comentou o timoneiro Nicolas Bernal, 17 anos, do YCSA 8.

Confira o resultado final do campeonato:

O Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude foi realizado pelo Veleiros do Sul, Comitê Brasileiro de Clubes e Confederação Brasileira de Vela.

Mais informações

sábado, 7 de setembro de 2019

Nicolas em 2º no penúltimo dia do Brasileiro Interclubes da Juventude

7/set/2019 - O terceiro dia de regatas do Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude, que está sendo realizado no Veleiros do Sul (VDS) em Porto Alegre, foi muito difícil devido às condições climáticas. O vento se apresentou muito rondado com momentos mais intensos e outros de calmarias que levou a anulação de uma das regatas. Em alguns momentos os barcos andavam de ré na correnteza do Rio Guaíba.

Por este motivo, apenas duas regatas foram validadas. A primeira do dia e sétima do round Robin 2 foi vencida pela Equipe do YCSA 8, de Nicolas Bernal, Gabriel Michaelis e Martin Chao (SP) e a outra pela Equipe VDS 3, de Guilherme Becker, Erick Hoffman e Germano Becker (RS). A liderança da fase classificatória de flotilha continua com a VDS1, de Tiago Quevedo (RS), seguida da YCSA8, de Nicolas Bernal (SP).

O resultado após as regatas do terceiro dia está apresentado a seguir:


Neste domingo serão disputadas as duas regatas pendentes do Round Robin 2, a medal race em flotilha com os 6 melhores times e, para finalizar o match race (disputa de barco contra barco) entre os primeiros lugares.

Confira algumas fotos destes três primeiros dias:







O Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude é realizado pelo Veleiros do Sul, Comitê Brasileiro de Clubes e Confederação Brasileira de Vela.

Mais informações

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Começou o Interclubes da Juventude de Vela


Nesta quinta feira, 5/set/2019, começou o Campeonato Brasileiro Interclubes da Juventude de Vela 2019 realizado pelo Veleiros do Sul (VDS) em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

O campeonato terá regatas de flotilha e match race nos barcos da classe Elliott 6m. São ao todo 10 equipes do VDS, CDJ e YCSA, cada uma com 3 tripulantes. Nicolas participa do time YCSA-8 ao lado de Gabriel Michaelis e Theo Chao.

“Será nossa primeira vez velejar num Elliott, nossa expectativa é de um campeonato difícil porque participam equipes fortes”, comentou Rafael de Moricz, proeiro do time YCSA 2. 

Hoje foi realizada a cerimônia de abertura e as primeiras 8 regatas do primeiro round robim com vento de 13 nós.

Mais informações:

domingo, 25 de agosto de 2019

Campeões Paulista Júnior de Lightning



O time composto por Nicolas Bernal, Gabriel Michaelis e Leonardo Didier estreou na Classe Lightning no Campeonato Paulista de Lightning disputado dias 24 e 25 de agosto na Represa Guarapiranga. 

Os velejadores tiveram apoio do técnico Claudio Biekarck ("Claus"), que ganhou a medalha de prata na classe Lightning nos Jogos Panamericanos de Lima, sua 10ª medalha em edições consecutivas dos Jogos Panamericanos.

Após 6 regatas realizadas o time terminou na 6ª colocação geral e conquistou o 1º lugar na categoria Júnior (sub 21). 

Confira a súmula final:


quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Estréia com vitória da nova dupla Nico & Leo



Neste último final de semana, dias 10 e 11 de agosto, Nicolas participou da Taça Ilhabela - 1ª etapa do Campeonato Paulista da Classe 29er. Mas desta vez foi com outro proeiro: Leonardo Didier. A mudança foi necessária pois Gabriel Michaelis (Gagui) não terá mais idade para participar da próxima edição da Copa da Juventude que será realizada em 2020, sendo necessário treinar desde já com o novo proeiro.

Mas Nicolas ainda irá velejar com Gagui nas classes Snipe, Lightning, Match Race e, mais para frente, na classe 49er.

Bom início de estreia da nova dupla: Nico e Leo foram os vencedores do campeonato.

Mais informações:



domingo, 11 de agosto de 2019

A décima medalha no Pan


Choveu medalhas para os velejadores brasileiros nos Jogos Panamericanos de Lima 2019. Das 11 provas da vela, o Brasil conseguiu medalhas em 9 delas. Foram 5 ouros, 2 pratas e 2 bronzes:

  • Windsurf masculino - Brenno Francioli  - 4º lugar
  • Windsurf feminino - Patrícia Freitas - Ouro
  • Laser standard - Bruno Fontes - Prata
  • Laser radial - Gabriella Kidd - 8º lugar
  • 49er - Marco Grael & Gabriel Borges - Ouro
  • 49er FX - Martine Grael & Kehena Kunze - Ouro
  • Nacra 17 - Samuel Albrecht & Gabriela Nicolino - Bronze
  • Lightning - Claudio Biekarck, Isabel Ficker & Gunnar Ficker - Prata
  • Snipe - Juliana Duque & Rafael Martins - Bronze
  • Fórmula Kite - Bruno Lobo - Ouro
  • Sunfish - Matheus Dellagnelo - Ouro

Estes resultados levaram o Brasil à liderança no quadro de medalhas na Vela, como mostrado no diagrama a seguir:


Um dos destaques foi o velejador Claudio Biekark, também conhecido por "Claus", de 68 anos que ganhou a medalha de prata na classe Lightning ao lado de Isabel e Gunnar Ficker. Claus sobe ao pódio há 10 edições consecutivas dos Jogos Panamericanos, algo realmente impressionante.


Claus é técnico de Nicolas e de muitos outros velejadores do Yacht Club Santo Amaro (YCSA), uma grande referência para estes velejadores e muitos outros que já foram treinados por ele. Nada melhor que parabeniza-lo por mais essa conquista e também parabeniza-lo neste dia dos pais por ser o "pai" de muitos velejadores. Parabéns Claus!!

    

Finais do Campeonato Mundial de 29er


Passada a fase qualificatória chega a fase final com três dias de regatas e 9 regatas programadas. Nicolas e Gabriel estavam classificados na flotilha ouro e iriam competir junto com os 45 melhores classificados no campeonato.

Porém, no primeiro dia de regatas da fase final, o vento não apareceu de forma suficiente para a realização das regatas.

No primeiro dia de regatas da fase final (1/ago), mesmo com vento muito fraco a Comissão de Regatas manteve a programação e todas as embarcações foram para água as 10h00. Mas o vento continuou muito fraco e com muita variação na direção e após algumas tentativas, a Comissão de Regatas sinalizou para todos aguardarem a melhoria das condições em terra. Mas a condição do vento não mudou e as 16h00 as regatas do dia foram canceladas.


No dia seguinte, 2/ago, penúltimo dia do campeonato, todos foram para água as 10h00 mas novamente o vento estava muito fraco e novamente foi sinalizado o retardamento das regatas com a espera de melhoria em água. Algumas tentativas de largada foram canceladas devido às condições do vento. Mas as 13h30 o vento aumentou um pouco e foram iniciadas as regatas. A primeira foi realizada com vento fraco de 5 a 7 nós. Nas outras 3 regatas o vento foi aumentando chegando a atingir na última regata rajada com 20 nós. 



Foi um dia muito cansativo para os velejadores que permaneceram mais de 8 horas em água e experimentaram diversas condições de vento. Para Nicolas e Gabriel foi um dia muito bom, conquistando 21º, 6º, 20º e 14º e ficando ao final do dia na 14ª posição. Mas no dia seguinte entraria um descarte e com resultados muito constantes cairia naturalmente algumas posições na classificação.

No sexto e último dia de regatas, 3/ago, o vento novamente estava fraco e as duas primeiras regatas da flotilha ouro foram realizada com vento ao redor de 6 nós e depois foi sinalizado o retardamento pois o vento caiu abaixo dos 5 nós. Na liderença do campeonato estavam Stephan Baker & Ripley Shelley (EUA) com uma vantagem de 10 pontos.



O horário limite para a realização de regatas do último dia, 15h00, se aproximava e nada do vento melhorar. A expectativa era grande para o encerramento das regatas quando nos últimos 15 minutos o vento aumentou levemente, entre 4 e 6 nós. Faltando pouco mais de 10 minutos para o horário limite foi iniciado o procedimento de largada. A primeira tentativa de largada, muitos barcos escaparam e foi sinalizado "chamada geral". A segunda tentativa foi bem sucedida e ocorreu antes do horário limite. Foi uma regata com escolhas táticas muito difíceis e Stephan Baker & Ripley Shelley (EUA) chegaram no final da flotilha (40º) e perderam a liderança do campeonato para os franceses Aristide Girou & Noah Chauvin que chegaram em 5º. Após as 16 regatas realizadas (9 regatas da fase qualificatória e as 7 regatas finais da flotilha ouro) a classificação final do campeonato ficou assim:
  1. Aristide Girou & Noah Chauvin (FRA)
  2. Stephan Baker & Ripley Shelley (USA)
  3. Alice Moss & Carl Hörfelt (SWE)

Nicolas e Gabriel terminaram na 25ª colocação do campeonato e, como premiação conquistaram o direito de utilizar o numeral "25" até o próximo campeonato mundial.


A seguir está apresentado o resultado final dos velejadores brasileiros:
  • Flotilha ouro (1 a 45):
    • 25º – Nicolas Bernal & Gagui Michaelis (YCSA)
  • Flotilha prata (46 a 90):
    • 17º (62º) – Tiago Monteiro & Vinícius de Oliveira (CICP)
  • Flotilha bronze (91 a 135):
    • 35º (125º) – Ludmila Lira & Julia Ollivier (CICP)
  • Flotilha Esmeralda (136 a 175):
    • 2º (137º) – Antônio Aranha & Nicole Buuck (YCSA)
    • 33º (168º) – Gabriela Bartijotto & Alexia Buuck (YCSA)
    • 36º (171º) – Marina Heinke & Nicole Joop (YCSA)
Mais informações:

sábado, 10 de agosto de 2019

Primeiros dias do Mundial de 29er


31/jul/2019 - Após participar do Campeonato Mundial da Juventude, chegou a vez da dupla Nicolas e Gabriel participar do Campeonato Mundial da Classe 29er (2019 Zhik 29er Worlds) de 28 de julho a 3 de agosto também em Gdynia, Polônia.

Diferentemente do Campeonato Mundial da Juventude, que é voltado a velejadores de até 18 anos e com seletiva em cada país para escolha do representante nacional, o Campeonato Mundial da Classe 29er é aberto a todos os velejadores de qualquer idade e sem necessidade de seletiva.

Neste ano, 175 duplas participaram do campeonato, sendo divididas em 4 flotilhas (amarela, azul, vermelha e verde). A participação de duplas brasileiras foi um recorde:
  • BRA 1808 – Nicolas Bernal & Gagui Michaelis (YCSA)
  • BRA 2735 – Marina Heinke & Nicole Joop (YCSA)
  • BRA 2736 – Gabriela Bartijotto & Alexia Buuck (YCSA)
  • BRA 2737 – Antônio Aranha & Nicole Buuck (YCSA)
  • BRA 2738 – Ludmila Lira & Julia Ollivier (CICP)
  • BRA 2743 – Tiago Monteiro & Vinícius de Oliveira (CICP)
  • Técnico: Edival Júnior
No dia 28 de julho foi realizada a cerimônia de abertura do campeonato e os três dias seguintes foram reservados para as regatas da fase qualificatória.

No primeiro dia de regatas (29/jul), depois de aguardar 5 horas em terra por melhores condições de vento foram realizadas as 3 séries de regatas programadas para o primeiro dia com vento variando entre 7 e 9 nós e mar picado. A dupla obteve 10º, 4º e 11º nas regatas e terminou o dia na 26ª colocação.


No segundo dia (30/jun), o vento aumentou. Havia muitas nuvens no céu, mas não choveu. Foram realizadas mais três regatas com vento variando entre 14 a 16 nós, novamente com mar muito picado com algumas ondas curtas e cavadas. As colocações nas três regatas foram 24º, 12º, e 10º terminando o dia na 34ª colocação.


No terceiro e último dia da fase qualificatória (31/jul), o vento dificultou a realização das regatas. As 10h00 os velejadores iniciaram a saída para a raia e as 11h00 todos os barcos estavam na água para realizar as 3 regatas programadas para o dia. Porém, até o meio dia o vento estava muito fraco (entre 2 e 5 nós) e variando de direção. Foi quando a Comissão de Regatas mandou todos os velejadores aguardarem a melhora da condição em terra. As 13h15 a CR baixou a RECON e todos voltaram para a raia. Mas apesar da ligeira melhoria da velocidade sua direção ainda variava muito. Mas depois de uma pequena espera as regatas recomeçaram para as 4 flotilhas (amarela, azul, verde e vermelha) nas duas raias do campeonato (A e B). Com vento entre 7 e 10 nós foram realizadas 3 regatas com a dupla obtendo 10º, 12º e 9º terminando a fase qualificatória na 26ª colocação, o que os colocou na flotilha ouro da fase final. 



Esta foi a colocação de todos os brasileiros após as 9 regatas dos 3 dias da fase qualificatória do campeonato:
  • Flotilha ouro:
    • 26º – Nicolas Bernal & Gagui Michaelis (YCSA)
  • Flotilha prata:
    • 70º – Tiago Monteiro & Vinícius de Oliveira (CICP)
  • Flotilha bronze:
    • 124º – Ludmila Lira & Julia Ollivier (CICP)
  • Flotilha Esmeralda:
    • 140º – Marina Heinke & Nicole Joop (YCSA)
    • 141º – Antônio Aranha & Nicole Buuck (YCSA)
    • 166º – Gabriela Bartijotto & Alexia Buuck (YCSA)
Mais informações:

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Cerimônia de encerramento do Mundial da Juventude



Após as regatas do Campeonato Mundial da Juventude 2019 - 2019 Hempel Youth Sailing World Championships - ocorreu a cerimônia de encerramento. Apesar do Brasil não ter ficado em nenhuma classe entre os três primeiros colocados, a delegação brasileira subiu ao palco duas vezes. A primeira foi por ter ganho o Troféu Bengt Julin de fairplay e esportividade em votação realizada pelos próprios atletas velejadores.

A segunda vez foi para a passagem da bandeira da World Sailing, pois o Campeonato Mundial da Juventude de 2020 será realizado em Salvador, BA.


Veja o vídeo feito pela World Sailing sobre a cerimônia de encerramento:




Após o término deste campeonato, Nicolas e Gabriel continuam em Gdynia (POL) para participar a partir do dia 29/jul do Campeonato Mundial da Classe 29er que será realizado no mesmo local.

Mais informações: